Desigualdade de rendimento (S90/S10) entre os 10% mais ricos e os 10% mais pobres diminui em 2014

Publicado em Atualizado em

Em Portugal, após um período em que a diferença de rendimento entre os 10% mais ricos face aos 10% mais pobres aumentou durante quatro anos consecutivos, os últimos dados para 2014 revelam uma ligeira diminuição das desigualdades.

O S90/S10 é calculado a partir da diferença entre o rendimento monetário líquido recebido pelos 10% da população que detém níveis mais elevados de rendimento (decil do topo) e o rendimento recebido pelos 10% com menor nível de rendimento (decil da base).

A Figura 1 demonstra que em 2014 os 10% mais ricos da população auferiam um rendimento 10,6 vezes superior ao dos 10% mais pobres. Em relação a 2013, houve uma diminuição de 0,5 pontos (de 11,1 para 10,6), o que representa uma quebra daquele que vinha sendo um período de crescimento constante das desigualdades entre 2009 e 2013 (1,9 pontos).

s10_2014

Atualizado por: Ana Rita Matias